Abrindo
Guia do Marceneiro
FERRAGENS PARA MARCENEIROS E MARCENARIAS - MOGNO
 
MOGNO
Nome Científico:
Swietenia macrophylla King., Meliacese.

Outro nomes e Espécies Afins:
No Brasil é registrada apenas a ocorrência de Swietenia macrophylla, também conhecida pelos nomes deAcaju, Aguano, Araputanga, Cedro-aguano, Cedro-i, Cedro-Mogno, Mara, Mara-Vermelha, Mogno-Aroeira, Mogno-Branco, Mogno-Cinza, Mogno-Claro, Mogno-Escuro, Mogno-Peludo, Mogno-Bica, Mogno-Rosa, Mogno-Roseo, Movgono-Vermelho e Mogno Brasileiro.
Outras espécies do gênero Swietenia ocorrem na América Central, Antilhas Ocidentais e sul da América do Norte.

Nomenclatura Estrangeria:
Acajou Amerique (França); Aguano (Peru); Bigleaf Mahogany( América Central);
Caoba (América Central e Antílhas); Brazilian Mahogany, Mahogany (EUA).

Descrição da Árvore:
São comuns árvores com altura variando de 24 a 30 metros e diâmetros entre 50 e 80 cm podendo atingir 50 m de altura e 200 cm de diâmetro.
A base do tronco pode apresentar sapopemas, mas é possível obter toras cilíndricas com 20 a 27 m de comprimento.

Características da Madeira:
Cerne de coloração pardo-avermelhada ao castanho claro, escurecendo para um castanho uniforme e intenso.
Alburno estreito de coloração branco-amarelado.
Superfície brilhante, textura média e uniforme, lisa, grã usualmente direita mas com a possibilidade de irregularidades, sem cheiro ou gosto distintos.

Região de Ocorrência:
Ocorre em área extensa, abrangendo os estados do Acre, Amazonas e Pará, bem como o território de Rondônia, atingindo ainda os estados do Mato Grosso, Tocantins e Goiás.
A área total de Swietenia macrophylla estende-se desde o sul do México até a Amazônia brasileira.

Propriedades Físico-Mecânicas:
A madeira de Mogno pode ser classificada como de baixa retratibilidade e de peso específico e resistência mecânica médias.

Massa específica g/cm³ kg/m³
Aparente(15% de umidade) 0,63 630
Básica 0,53 530
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 3,2 4,5 8,6
Índice tangencial/radial = 1,41
Resistência Mecânica (kgf/cm²) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 396 547
Flexão estática 821 924
Tração normal 61 -

Comportamento Durante a Secagem:
Madeira de secagem relativamente fácil.
Cuidados devem ser tomados durante a fase inicial da secagem, sendo que podem ocorrer rachaduras superficiais se as condições forem muito drásticas.

Programa de secagem sugerido para madeira de MOGNO
com até 38 mm de espessura.
Umidade Ts (°C) Tu (°C) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 50,0 49,0 95 21,5 -
até 50 50,0 47,0 84 15,8 3,8
50 50,0 45,5 76 13,1 3,8
40 50,0 43,5 67 11,0 3,6
30 55,0 45,5 56 8,5 3,5
25 65,0 52,5 52 7,2 3,5
20 75,0 58,0 44 5,8 3,5
15 75,0 51,0 30 4,2 3,5
10 75,0 44,0 18 2,8 3,5

Programa de secagem sugerido para madeira de MOGNO
com espessura de 40 mm a 65 mm.
Umidade Ts (°C) Tu (°C) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 40,0 39,0 94 21,6 -
até 50 40,0 38,0 88 18,3 3,1
50 40,0 37,0 83 16,2 3,1
40 40,0 35,0 72 12,8 3,1
30 45,0 37,0 60 9,7 3,1
25 55,0 45,0 54 8,1 3,1
20 65,0 51,0 48 6,6 3,0
15 70,0 50,0 35 5,0 3,0
10 70,0 42,0 20 3,3 3,0

Trabalhabilidade:
Madeira fácil de trabalhar, com a obtenção de superfícies lisas na maioria das operações com máquinas.

Indicações de Uso:
A madeira de Mogno é amplamente utilizada na fabricação de móveis, lambris, painéis, folhas decorativas, revestimentos internos, caixilharia, molduras, venezianas, instrumentos musicais e artigos de decoração.

 
1999/2017 Guia do Marceneiro ®  -  Criado e mantido por Sidney G. Cury