Fórum:   
Esqueceu?
Guia do Marceneiro
FERRAGENS PARA MARCENEIROS E MARCENARIAS - JACAREÚBA
 
JACAREÚBA
Nome Científico:
Calophyllum brasiliense Camb., Clusiaceae.

Outro nomes e Espécies Afins:
Em algumas regiões a Jacareúiba é conhecida pelos nomes de Cedro-do-pântano, Guanandi-cedro, Landim, Olandim e Guanandi-carvalho. Calophyilum angulare, espécie própria de terra firme na região do Amazonas, onde atinge até 30 m de altura, também recebe a denominação de Jacareúiba - Cedro-mangue, Cedro-do-Pântano, Guanandi, Guanandi-Rosa, Landi, Mangue, Beleza, Guanandi-cedro, Guanandi-amarelo, Guanandi-jaca, Guanantim, Jacaríuba, Landinho, Lantin e Olandim.

Nomenclaruta Estrangeira:
Koerali, Koerara (Suriname), Jacareúba (Argentina, Peru), Galba, Palo-Marie (América Central), Largato-caspi (Peru), Santa Maria (Grã-Bretanha, Jamaica)

Descrição da Árvore:
A árvore atinge de 5 a 20 m de altura por 30 a 50 cm de diâmetro. Dotada de látex amarelo, apresenta casca caracterizada por fissuras largas, pardas e duras.

Características da Madeira:
Madeira de cerne róseo-pardacento a bege-rosado, com o alburno mais claro, porém pouco diferenciado.
A superfície é ligeiramente lustrosa e áspera, de grã irregular, com cheiro e sabor imperceptíveis.

Região de Ocorrência:
A Jacareúba ocorre por toda a mata litorânea baixa, desde o sul da Bahia até Santa Catarina.
No interior do pais é encontrada na Zona da Mata.
Na Amazônia é freqüente nas várzeas e igapós.
Distribui-se também pela América Central, e na América do Sul das Guianas até a Bolívia.

Propriedades Físico-Mecânicas:
A madeira de Jacareúba pode ser classificada como moderadamente pesada e dura, com retratibilidade e resistência mecânica médias e razoavelmente durável.

Massa específica g/cm³ kg/m³
Aparente(15% de umidade) 0,62 620
Básica 0,49 490
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 5,6 8,7 16,9
Índice tangencial/radial = 1,55
Resistência Mecânica (kgf/cm²) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 326 495
Flexão estática 636 820
Tração normal 52 -

Comportamento Durante a Secagem:
A madeira é de secagem moderadamente difícil, apresentando alta incidência de rachaduras e empenamentos durante a secagem ao ar.

Programa de secagem sugerido para madeira de JACAREÚBA com até 38 mm de espessura.
Umidade Ts (°C) Tu (°C) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 40,0 39,0 94 21,6 -
até 50 40,0 38,5 91 19,8 2,5
50 40,0 38,5 91 19,8 2,5
40 40,0 38,0 88 18,3 2,2
30 45,0 42,5 86 17,0 1,8
25 50,0 46,5 81 14,7 1,7
20 60,0 54,5 74 11,8 1,7
15 60,0 51,0 60 8,8 1,7
10 60,0 44,0 38 5,8 1,7

 
Programa de secagem sugerido para madeira de JACAREÚBA com espessura de 40 mm a 65 mm.
Umidade Ts (°C) Tu (°C) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 35,0 34,0 94 21,9 -
até 50 35,0 34,0 94 21,9 2,3
50 35,0 34,0 94 21,9 2,3
40 35,0 33,5 90 19,7 2,0
30 35,0 33,0 88 18,4 1,6
25 40,0 37,0 83 16,2 1,5
20 50,0 45,5 76 13,1 1,5
15 50,0 42,0 61 9,7 1,5
10 50,0 36,0 40 6,5 1,5

Trabalhabilidade:
Madeira relativamente fácil de ser trabalhada.
Retém pregos e parafusos com firmeza e não apresenta grandes dificuldades na colagem.

Indicações de Uso:
Indicada para a fabricação de móveis em geral, bem como para embalagens.
Na construção civil a sua madeira é empregada como caibros, ripas, rodapés, molduras, caixilhos, etc.
O uso para tanoaria também tem sido indicado.

 
1999/2017 Guia do Marceneiro ®  -  Criado e mantido por Sidney G. Cury