Fórum:   
Esqueceu?
Guia do Marceneiro
FERRAGENS PARA MARCENEIROS E MARCENARIAS - COPAIBA
 
COPAÍBA
Nome Científico:
Copaifera multijuga Hayne, Leguminosae.

Outro nomes e Espécies Afins:
O gênero Copaifera possui várias espécies ocorrendo em quase todo o Brasil. Na região Amazônica são comuns C. multijuga, C. langsdorffii, C. martii, C. duckei e C. reticulata, cujas madeiras são similares e recebem indistintamente as denominações de Copaíba, Óleo, Óleo-copaíba, Copaíba-preta, Copaíba-vermelha, Copaíba angelim, Copaíba mari-mari e Copaíba roxa.

Descrição da Árvore:
Árvore de grande porte, chegando a atingir 30 m de altura e 1 m de diâmetro.
Possui uma copa densa, casca lisa e persistente.

Características da Madeira:
Cerne de cor avermelhada, indo até o marrom-avermelhado, bem demarcado do alburno (mais claro).
Grã um pouco irregular; textura média; cheiro de cumarina ao cortar, gosto imperceptível.

Região de Ocorrência:
De forma generalizada por toda a região Amazônica, com maior freqüência nos estados do Amazonas, Pará e Rondônia.
Há predominância na mata alta de terra firme, em solos argilosos.

Propriedades Físico-Mecânicas:
Madeira moderadamente pesada, de durabilidade natural média.
Retratibilidade volumétrica e propriedades mecânicas também de valores médios.

Massa específica g/cm³ kg/m³
Aparente(15% de umidade) 0,69 690
Básica 0,56 560
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 3,8 7,1 13,4
Índice tangencial/radial = 1,87
Resistência Mecânica (kgf/cm²) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 395 510
Flexão estática 953 1.147
Tração normal 44 -

Comportamento Durante a Secagem:
A secagem ao ar tem uma velocidade entre lenta e moderada, sem a ocorrência de sérios defeitos.
A secagem artificial deverá ser conduzida sob rigoroso controle.

Programa de secagem sugerido para madeira de COPAÍBA
com até 38 mm de espessura.
Umidade Ts (°C) Tu (°C) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 50,0 49,0 95 21,5 -
até 50 50,0 48,0 89 18,0 3,1
50 50,0 47,0 84 15,8 3,1
40 50,0 46,0 79 14,0 2,9
30 55,0 49,5 73 11,7 2,6
25 65,0 58,0 68 9,9 2,5
20 70,0 59,0 59 8,0 2,5
15 70,0 54,0 45 6,1 2,5
10 70,0 46,0 27 4,1 2,5

Programa de secagem sugerido para madeira de COPAÍBA
com espessura de 40 mm a 65 mm.
Umidade Ts (°C) Tu (°C) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 40,0 39,0 94 21,5 -
até 50 40,0 38,5 91 19,8 2,5
50 40,0 38,0 91 19,8 2,5
40 40,0 38,0 88 18,3 2,2
30 45,0 42,5 86 17,0 1,8
25 50,0 46,5 81 14,7 1,7
20 60,0 54,5 74 11,8 1,7
15 60,0 51,0 60 8,8 1,7
10 60,0 44,0 38 5,8 1,7

Trabalhabilidade:
Fácil de ser trabalhada com ferramentas manuais e com máquinas, resultando em superfície lisa e uniforme, boa para pregar e parafusar.
A exsudação de óleo durante a secagem pode prejudicar a colagem, dependendo do adesivo.

Indicações de Uso:
Acabamentos internos em construção civil, forros, lambris, molduras; móveis comuns, cabos de ferramentas, folhas faqueadas decorativas, compensados, embalagens, carrocerias e similares.

 
1999/2017 Guia do Marceneiro ®  -  Criado e mantido por Sidney G. Cury