Fórum:   
Esqueceu?
Guia do Marceneiro
FERRAGENS PARA MARCENEIROS E MARCENARIAS - ANDIROBA
 
ANDIROBA
Nome Científico:
Carapa guianensis Aubl., Meliaceae.

Outro nomes e Espécies Afins:
Landiroba, landirova, Carapá, Nandiroba, Jandiroba e Penaíba. No mercado externo é conhecida por Crabwood, Cedro-macho, Tangaré. Karappa, Mazabalo.

Nomenclatura Estrangeira:
Crabwood(Guyana), Cachipou(Guiana Francesa), Krappa(Suriname), Andiroba(Peru),
Cedro-macho(Panamá), Crabbaum(Alemanhã) e Tangare(Equador).

Descrição da Árvore:
As árvores chegam a 30 m de altura e diãmetro de 90 cm, embora á se tenha encontrado árvores com 50 m de altura e 180 cm de diãmetro. Possui sapopemas baixas.
Tem casca pardo-acinzentado-clara, fissurada longitudinalmente, com descamação em placas.
Em florestas de terra firme ocorre com a freqüência de 1 a 7 árvores/ha, representando um volume médio de 0,4 a 0,8 m³ por hectare.
Em plantios sombreados apresentou 16 m de altura e 14cm de diãmetro com 11 anos de idade.

Características da Madeira:
Sua madeira é de coloração pardo avermelhada até uma tonalidade bem escura, de superfície irregularmente lustrosa e áspera. O alburno é róseo e pardacento.
Textura variando de fina a média, grã geralmente direita, podendo eventualmente apresentar-se ondulada. Sem cheiro ou sabor perceptíveis.

Região de Ocorrência:
É encontrada na América Central, nas Antilhas e nos estados da região Norte do Brasil, e também no Maranhão.
Ocorre normalmente em várzeas e regiões alagadas, podendo também ser encontrada nas áreas altas em solos bem drenados.

Propriedades Físico-Mecãnicas:
Apresenta características físico-mecãnicas médias.
É de resistência natural moderada, quando utilizada em contato direto com o solo.

Massa específica g/cm³ kg/m³
Aparente(15% de umidade) 0,72 720
Básica 0,56 560
Retração Total Radial Tangencial Volumétrica
(%) 4,3 7,4 13,4
Índice tangencial/radial = 1,72
Resistência Mecãnica (kgf/cm²) Madeira Verde A 15% de umidade
Compressão axial 375 552
Flexão estática 700 1.044
Tração normal 66 -

Comportamento Durante a Secagem:
Madeira com tendência a rachaduras, colapso e pouco empenamento. A secagem, tanto ao ar como em secadores, deve ser lenta e cuidadosa.

Programa de secagem sugerido para madeira de ANDIROBA
com até 38 mm de espessura.
Umidade Ts (°C) Tu (°C) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 40,0 39,0 94 21,6 -
até 50 40,0 38,5 91 19,8 2,7
50 40,0 38,0 88 18,3 2,7
40 40,0 37,0 83 16,2 2,5
30 45,0 39,5 70 12,1 2,5
25 55,0 47,5 64 10,0 2,5
20 65,0 54,5 58 8,0 2,5
15 70,0 54,0 45 6,1 2,5
10 70,0 46,0 27 4,1 2,5

Programa de secagem sugerido para madeira de ANDIROBA
com espessura de 40 mm a 65 mm.
Umidade Ts (°C) Tu (°C) UR (%) UE (%) Potencial
aquecimento 40,0 39,0 94 21,6 -
até 50 40,0 38,5 91 19,8 2,5
50 40,0 38,5 91 19,8 2,5
40 40,0 38,0 88 18,3 2,2
30 45,0 42,5 86 17,0 1,8
25 50,0 46,5 81 14,7 1,7
20 60,0 54,5 74 11,8 1,7
15 60,0 51,0 60 8,8 1,7
10 60,0 44,0 38 5,8 1,7

Trabalhabilidade:
É madeira de média trabalhabilidade, tanto na serraria como com máquinas de beneficiamento.
Fácil de laminar. Ligeira tendência a rachar com pregos. Cola bem e recebe bom acabamento.

Indicações de Uso:
Tem utilidade na construção civil em geral para vigas, caibros, ripas e outras; em contraplacados, folhas faqueadas, móveis, etc.
Não deve entrar em contato direto com o solo ou condições que favoreçam a deterioração biológica.

 
1999/2017 Guia do Marceneiro ®  -  Criado e mantido por Sidney G. Cury