Abrindo
Guia do Marceneiro
TUTORIAL PARA MARCENEIROS E MARCENARIAS - SERRA DE FITA - PEÇAS A SEREM USINADAS 2ª PARTE
 
PEÇAS A SEREM USINADAS 2ª PARTE
Vejamos agora alguns detalhes do suporte do eixo do volante superior.
Este eixo deve estar nivelado, esquadrejado e bem preso ao seu suporte para funcionar corretamente.
Não amplia
Como podemos ver na imagem ao lado, o suporte do eixo superior é composto de duas peças no garfo.
Na peça superior os furos do parafuso são mais largos, possibilitando que o parafuso passe por ele sem ser enroscado, porém justo.
Na parte inferior ocorre o contrário, os furos devem ser mais finos e conterem rosca para os parafusos, isso possibilitará que a peça superior seja fixada a inferior.


Material para os suportes do eixo superior:
- 2 peças de chapa de aço com as medidas 85x85mm com 1" de espessura.
- 4 parafusos de 3/8" cabeça sextavada ou alem.

Estas peças funcionarão como presilhas de pressão para o eixo superior.

Não amplia
Para confeccionar estas peças proceda o seguinte:
- Faça um furo passante de 1" no centro das peças.
- Faça os furos para os parafusos usando uma broca de 8mm (mais fina que os parafusos)
- Corte as duas peças ao meio
- Abra os furos dos parafusos das peças superiores usando uma broca de 3/8"
- Abra rosca nos furos das peças inferiores
- Solde as peças inferiores a parte superior interna do garfo
- Teste o suporte instalando o eixo e tentando rodá-lo com as mãos.
Caso o eixo rode, lixe ou esmerile a base das peças superiores desgastando-as de 0,5 a 1 mm, em seguida teste o eixo novamente.
Atenção:
Antes de soldar os suportes ao garfo, verifique se eles estão perfeitamente esquadrejados e nivelados com o garfo.
Caso os suportes sejam soldados desnivelados (um mais alto que o outro), o eixo o acompanhará e o volante irá esbarrar numa das laterais do garfo.
Caso seja soldado fora de esquadro, possivelmente o eixo não se encaixará ou se encaixar o volante superior ficará desalinhado com volante inferior.

 
1999/2017 Guia do Marceneiro ®  -  Criado e mantido por Sidney G. Cury