Abrindo
Guia do Marceneiro
MANUAIS PARA MARCENEIROS E MARCENARIAS - APRENDENDO A SERRAR 1ª PARTE
 
Manual de manuseio de plainas elétricas e manuais - 1ª Parte
Estes manuais são baseados nas BricoFichas do site http://www.aki.pt, entretanto, as imagens foram tratadas digitalmente e alguns textos editados pelo Guia do Marceneiro.

APRENDENDO A SERRAR
Página: 01 02 03 04 05 06
LISTA DE EQUIPAMENTOS
travador
ALICATE DE TRAVAR :
Esta ferramenta serve para regular a inclinação dos dentes das serras usuais (exceto as de dentes temperados).

bancadinhaBANCADA:
É mais fácil serrar sobre uma bancada munida com grampos ou cunhas de aperto.
mesaMESA DE SERRAR:
Algumas marcas de maquinas fabricam mesas de serrar metálica permitindo a utilização estacionária de algumas serras elétricas manuais.
guiaGUIA DE CORTE:
Esta regula-se muito facilmente segundo vários ângulos, para materiais de todos os comprimentos e espessuras.

esquadrejador
FERRAMENTA DE ESQUADRIAS:

Existem em madeira alumínio ou plástico e permitem serrar a 45 ou 90º.
limaLIMAS:
Utiliza-se uma lima chata para nivelar os dentes da serra e uma lima de seção triangular (ou lima de três quinas) para os afiar.

grampoGRAMPOS:
Principalmente se for trabalhar com máquinas elétricas, os materiais a serrar devem estar fortemente presos.

graminhoGRAMINHO PARA MADEIRA:
Para marcar ou traçar pontos de corte ou entalhe
esquadroESQUADRO:
Indispensável para transferir a linha de corte para todas as faces da peça a serrar.
extensãoEXTENSÃO:
A maioria das máquinas elétricas estão munidas com um curto cabo de alimentação, preveja uma extensão.
AS SERRAS
serroteAS SERRAS DE MÃO:
As serras de mão, vulgarmente chamadas de "serrote", destinam-se a serrar tábuas e painéis de madeira maciça, aglomerado, MDF, compensado, etc.
Em algumas delas, a lâmina está revestida com uma camada de teflon invisível que a protege e permite deslizar mais facilmente através da madeira .
punhoO PUNHO:
O punho de uma serra de mão é feito de madeira ou de plástico.
Este último adapta-se bem à mão e tem geralmente uma superfície antiderrapante e anti-transpiração. Os de madeira, mais clássicos, produzem calor. Alguns punhos podem servir de esquadro ou de guia de marcação (a 45º).
dentesFORMA DOS DENTES:
A forma dos dentes depende da sua utilização. Os dentes direitos ou isósceles (1) permitem apenas traçar.
O modelo mais polivalente é o chamado "dupla ação", de dentes universais ou semi-deitados (2) e permite serrar também no sentido dos veios (ao comprido) em vez de atravessado (traçar).
dentes temperadosDENTES TEMPERADOS:
Os dentes de algumas serras manuais são temperados e não podem ser afiados.
Mantêm-se por isso afiados durante um tempo 5 vezes superior em relação aos dentes não tratados. Os dentes temperados são reconhecidos pela sua cor azul escura. Estes são perfeitos para serrar materiais colados (ex: aglomerado).
TPITPI
Para o corte de tábuas espessas, utilize uma serra de 5-7 TPI (teeth per inch - dentes por polegada), como ferramenta faz-tudo um modelo de 7-9 TPI, para trabalhos finos uma de 9-13 TPI (muito finos : 13-16 TPI).
Calcula-se as vezes as pontas (PTI), 8 pontas para 7 dentes/polegada, ou seja o número de dentes +1.
Página: 01 02 03 04 05 06
 

 
1999/2017 Guia do Marceneiro ®  -  Criado e mantido por Sidney G. Cury