Abrindo
Guia do Marceneiro
TUTORIAL PARA MARCENEIROS E MARCENARIAS - SERRA COM ESTRUTURA DE MADEIRA - O FURADOR HORIZONTAL 1ª PARTE
 
O FURADOR HORIZONTAL 1ª PARTE
O furador horizontal é uma ferramenta de apoio para qualquer oficina de marcenaria ou carpintaria.
Com esta ferramenta, podemos fazer diversos tipos de furação e até mesmo fresamento, dependendo do tipo de motor e polias utilizado no eixo do mancal.
Clique para ampliar O Furador Horizontal é muito útil para fazer furos comuns, furos para espigas, facilitar a furação de peças grandes e etc.
Este furador usa um velho sistema de regulagem, bem simples e barato de ser confeccionado.

Clique para ampliar Basicamente, trata-se de duas peças de madeira laterais, que servem como trilho, e uma central que é o carrinho da mesa do furador.
A peça central é movida por um volante que gira em uma barra rosqueada fixa à estrutura inferior do furador.

Clique para ampliarO volante da regulagem pode ser adquirido pronto no tamanho de 15 cm e adaptado para esta função.
Assegure-se de que a base do volante seja larga para que sirva corretamente à sua função

Clique para ampliarÉ necessário que seja feito um friso em volta da base do volante com cerca de 5 mm de largura e 3 mm de profundidade, para encaixar uma trava que evitará que ele saia do lugar.
Também é necessário que seja feito rosca em seu furo central, para a barra rosqueada.
É recomendável que a barra rosqueada seja de no mínimo 5/8" e de rosca fina.
A trava pode ser feita com uma barra chata de 3" x 1/8", curvada, de forma que sua curvatura, ao travar o volante, permita que ele encoste na madeira do carrinho.
Clique para ampliar

Clique para ampliar A estrutura é formada pelas seguintes peças:
2 laterais de 25 x 50 x 3.5 cm
1 fundo de 30 x 30 x 3.5 cm
1 base de 25 x 30 x 3.5 cm
1 sarrafo de 5 x 30 x 3,5 cm

Clique para ampliar A base é formada pelas seguintes peças:
1 Carrinho - peça de madeira de 34 x 30 x 3.5 cm
1 Base (mesa) de 30 x 40 x 3.5 cm
1 Cantoneira de madeira de 15 x 15 x 3.5

A peça de fundo deve ser feita de forma que fique com rebaixos em três lados.
Dois destes rebaixos, darão origem às corrediças (2 x 2 cm), e o terceiro é o encaixe da mesa (2 x 3.5 cm).
A mesa deve ser colada e aparafusada com parafusos de rosca soberba.
O fundo deve receber um furo, mais largo que a barra rosqueada, e com pelo menos 10 cm de profundidade, na extremidade que não foi rebaixada, ou seja, na parte de baixo.
Perceba que a mesa do carrinho tem um a cava convexa em sua superfície.
Esta cava é para que o mandril não atrapalhe a regulagem e permita que a broca encoste na mesa caso seja necessário.
O furo na parte de baixo deve ter no mínimo 3/4" de largura por 10 cm de profundidade.
Este furo será para que a barra rosqueada entre e saia enquanto a mesa é regulada.


 
1999/2017 Guia do Marceneiro ®  -  Criado e mantido por Sidney G. Cury